Skate

Sucesso nas Olimpíadas faz procura por skate disparar no Brasil

Sucesso nas Olimpíadas faz procura por skate disparar no Brasil

A estreia do skate nos Jogos Olímpicos de Tóquio foi um sucesso! E isso impactou positivamente tanto para quem pratica o esporte quanto para os fabricantes do equipamento, que viram a demanda aumentar significativamente em até 75%.

A modalidade, que hoje tem status de esporte olímpico, chegou a ser proibida entre as décadas de 70 e 80, na cidade de São Paulo. Andar de skate era visto como uma atividade marginalizada, e não só na capital paulista. Preconceitos derrubados, o skate agora está no topo do mundo e conquistando cada vez mais adeptos.

Um dos fatores que mais agradou aos espectadores durante as Olimpíadas foi o “fairplay” dos skatistas. Afinal, o estilo de vida em torno do skate faz dos atletas parte de uma comunidade, com uma cultura de pensamento coletivo, no qual o apoio e incentivo entre os companheiros é normal, sejam concorrentes ou não.

Tanto êxito e reconhecimento em Tóquio, levou a Confederação Brasileira de Skate (CBSK) a anunciar a construção de um centro de treinamento na cidade de Campinas. O objetivo é incentivar e preparar mais jovens atletas para as próximas edições dos jogos olímpicos.

Um verdadeiro avanço!

Fenômeno Fadinha

Essa garota de 7 anos detona no skate – e vestida de fada. Duvida? | CLAUDIA

Além das conquistas pelos atletas e skatistas brasileiros – foram 3 medalhas de prata em Tóquio -, o skate ganhou ainda mais destaque no Brasil com o “fenômeno Fadinha”. Rayssa Leal, de apenas 13 anos, foi a sensação da competição por suas habilidades e simpatia. Sua participação motivou diversas meninas (e meninos, é claro!) a iniciarem a prática, mas também encantou adultos que já sonharam em ser skatistas.

Após conquistar a prata da categoria Skate Street, ela se tornou a medalhista mais jovem do Brasil na história dos Jogos Olímpicos. Rayssa também venceu o prêmio de Espírito Olímpico, organizado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), em parceria com um patrocinador, desbancando ninguém mais e ninguém menos do que a ginasta norte-americana Simone Biles.

rayssa leal skate street fadinha brasil medalha prata olimpiadas jogos olimpicos toquio 2020 podio mais jovem historia

E, aí? Você também ficou com vontade de iniciar suas primeiras manobras?
Saiba como escolher o skate certo.

Escolha o skate certo para você

O primeiro passo é fugir de lojas de brinquedos! Você precisa de um equipamento de qualidade para tornar suas manobras mais seguras. Fique de olho no tamanho ideal para o tipo de rolê que você deseja executar. Os shapes e os tamanhos das rodinhas também variam de acordo com cada finalidade que você pretende usar o seu skate.

E o mais importante, invista em produtos de qualidade e não se esqueça dos itens de segurança.
Acesse o site da Two Dogs e fique por dentro dos melhores equipamentos para o seu rolê!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 16 =

Pesquisa Two Dogs Clique Aqui

Popular requests:
Comece a digitar para ver os produtos que você procura.