Vale a pena contratar um seguro para sua bike?

Compartilhe em facebook
Compartilhe em twitter
Compartilhe em linkedin
Compartilhe em whatsapp
Compartilhe em email

A pandemia fez com que muitas pessoas repensassem seus hábitos em relação à mobilidade nas cidades. Neste período, o Brasil registrou um aumento no uso de veículos leves, como bicicletas, skates e patinetes, por exemplo. Com isso, a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) estima que as projeções de vendas de bikes elétricas, por exemplo, aumentem pelo menos 23% em 2021.

Jordi Baste GIF by No pot ser! TV3

Essa troca de veículos automotores por meios de transporte alternativos segue uma tendência que já ganhou popularidade em outros países, como Dinamarca e Holanda. Mas no Brasil, infelizmente, também se percebeu que houve um crescimento no número de furtos e roubos a estes equipamentos de mobilidade. Inclusive, um caso de furto a uma bicicleta elétrica no Rio de Janeiro teve grande repercussão no país. Veja detalhes na reportagem do G1.

Questões como essa ressaltam que sim, vale a pena contratar um seguro para bicicletas. Não só pelo alto valor de um equipamento de qualidade, mas também por outros fatores. Continue a leitura e saiba mais a respeito deste serviço!

O que o seguro contempla

Em primeiro lugar, é importante entender a diferença entre roubo, furto simples e furto qualificado. Afinal, a maioria dos seguros não cobre todos os casos.

Roubo

As seguradoras classificam como roubo os casos em que o equipamento foi tomado por meios violentos ou ameaças, como num assalto. Nesse sentido, um Boletim de Ocorrência registrado em uma delegacia costuma ser o suficiente para o ressarcimento. Porém, é importante que este B.O. explique o contexto do roubo e, se possível, uma descrição do ladrão.

Furto simples

As seguradoras classificam como simples quando o furto ocorreu por negligência do ciclista. Vamos supor que você esteja pedalando em um parque e pára em uma lanchonete para comprar uma água. Se a bicicleta ficou solta, mesmo que por pouco tempo, e o ladrão se aproveitou para levá-la, trata-se de um furto simples, pois a ação teria sido “facilitada” pelo dono da bike.

Furto qualificado

A prova de que a pessoa tentou se proteger é que vai determinar se o furto foi simples ou qualificado. Ou seja, se arrombam o portão da sua casa ou as travas da sua bike para levá-la, o furto é considerado qualificado. Isso porque o ladrão rompeu o obstáculo que protegia o item assegurado. Logo, você se precaveu para evitar o roubo, mas mesmo assim ele aconteceu.

A exceção é quando a bicicleta fica solta, sem nenhum tipo de tranca, dentro de um estacionamento de prédio ou condomínio. Nesse caso, se ela for levada por terceiros, a perda não será reembolsada.

Super73 GIF

Conheça o seguro Two Dogs contra roubos e furtos

Nós temos uma novidade para você! A Two Dogs acabou de lançar um seguro contra roubos e furtos dos produtos oficiais da marca. Com ele, você poderá assegurar seu patinete ou bicicleta por doze meses.

O serviço vale tanto para novos produtos quanto para equipamentos semi-novos. A melhor parte é que também há opções de seguro para os patinetes, bicicleta tradicional, bike elétrica ou skate elétrico. 

Você pode conferir os preços e mais detalhes neste link.

Adquira o seguro para o seu Two Dogs e usufrua de liberdade e segurança no seu dia a dia. Afinal, você merece mais diversão livre de preocupação!

bike eltrica GIF by Two Dogs
Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fill out this form as soon as this product is released we will let you know.